Direitos trabalhistas para radiologistas: conheça os principais

Todas as clínicas de exames por imagem precisam ter pelo menos um radiologista contratado trabalhando no local. Por isso, para quem é proprietário desse tipo de estabelecimento, conhecer sobre os direitos trabalhistas da área é importante.

O custo com direitos trabalhistas pode ser bem amplo para os gestores das clínicas. Afinal, além do salário pago ao profissional, é preciso arcar com essas outras despesas.

Neste artigo, apresentaremos as principais obrigações trabalhistas que devem ser cumpridas, bem como a forma como a terceirização pode ajudar para reduzi-las.

Veja quais são os principais direitos trabalhistas para radiologistas

Os direitos trabalhistas existem desde 1943, quando o então presidente Getúlio Vargas instituiu a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). A partir de então, todas as empresas que contratam funcionários devem assegurar a regulamentação, conforme previsto nesse conjunto de leis.

Todos os colaboradores das empresas, que são contratados com carteira assinada, estão regidos pela CLT. É o caso dos radiologistas, quando são contratados diretamente pela clínica.

direitostrabalhistas telerradiologia

Veja, na sequência, quais são os principais direitos trabalhistas para radiologistas!

Vale-transporte

A CLT garante aos trabalhadores o direito ao vale-transporte. Nesse caso, as clínicas precisam pagar as passagens de transporte público ou um valor em dinheiro para os radiologistas pagarem a gasolina de seus próprios carros, que usam para ir até o trabalho.

O cálculo do valor do vale-transporte deve ser feito pela própria empresa e não pode ser superior a 6% do total do salário do colaborador.

Descanso semanal remunerado

Todos os colaboradores contratados com carteira assinada têm direito ao descanso semanal remunerado, no mínimo, uma vez por semana.

Isso quer dizer que, a cada seis dias trabalhados, o funcionário deve ter um dia de folga, preferencialmente aos domingos.

Salário

Obviamente, os radiologistas contratados precisam ter um salário. De acordo com um levantamento feito pelo portal Vagas, no Brasil, o salário de um profissional dessa área costuma variar entre R$ 1860,00 e R$ 4856,00.

A legislação trabalhista ainda exige que os vencimentos sejam pagos sempre até o quinto dia útil de cada mês. Caso haja atrasos, a empresa está sujeita a ser multada, geralmente tendo que pagar o valor de um salário mínimo, como extra para o colaborador.

Férias

Os radiologistas também têm direito a férias, conforme prevê o artigo 129 da CLT. A legislação diz que todo trabalhador deve ter esse benefício uma vez por ano, tendo um mês para descanso, sem prejuízo na remuneração e com acréscimo de um terço do salário.

Na recente Reforma Trabalhista, foi regulamentado o parcelamento das férias. Agora, patrão e empregado podem chegar a um acordo para fatiar o período de descanso em até três vezes, sendo que pelo menos um deles não pode ser inferior a 14 dias.

FGTS

Todos os meses, a empresa precisa depositar um valor correspondente a 8% do salário dos colaboradores no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Esse valor é depositado diretamente numa conta que deve ser criada no nome do radiologista contratado, na Caixa Econômica Federal. 

13º salário

Quando você contrata radiologistas no regime CLT, também precisa arcar, anualmente, com o 13º salário. 

O benefício consiste no pagamento de um salário extra, que pode ser pago em até duas parcelas, uma até o final do mês de novembro e outra antes do dia 20 de dezembro de cada ano.

Horas extras

Em clínicas de radiologia, é bem comum ocorrer a necessidade dos profissionais fazerem horas extras, principalmente para atender emergências e urgencias.

As horas extras devem ser pagas com acréscimo de 50% em dias úteis e de 100% do valor em domingos e feriados.

Adicional noturno

Os profissionais que trabalham entre as 22 horas e as 5 horas, devem receber uma remuneração 20% maior, referente ao adicional noturno.

Em caso de clínicas que funcionam também à noite, é necessário ter a consciência da necessidade desse pagamento.

Licença-maternidade

As profissionais do sexo feminino têm direito a 120 dias de licença-maternidade, caso engravidem e tenham filhos.

As gestantes ainda têm o direito à estabilidade no emprego, desde o momento em que descobrem a gravidez, até cinco meses após o parto.

Licença-paternidade

Os homens que se tornam pais também têm direito à licença. Nesse caso, o período é menor, apenas cinco dias de afastamento.

Observe como a terceirização reduz os gastos com direitos trabalhistas

Como você pode perceber, existem muitos direitos trabalhistas, que os proprietários ou gestores de clínicas de radiologia devem arcar. Por isso, uma boa alternativa é terceirizar as atividades de elaboração de laudos.

Atualmente já existem serviços de telerradiologia. Nesse caso, as imagens são colhidas no local e enviadas para a empresa contratada por meio de um software.

Os radiologistas terceirizados receberão as imagens, farão os laudos e enviarão de volta, por meio do mesmo software.Tudo com muita praticidade e agilidade.

O mais vantajoso é que o pagamento é feito por laudo elaborado, sem ter que pagar mensalidades e muito menos direitos trabalhistas.

Agora você já sabe que pode economizar na contratação de radiologistas e com direitos trabalhistas. A BR Laudos pode ajudar muito nesse sentido, tendo em vista que oferece um serviço de telerradiologia com excelência garantida e certificada.

Acesse o nosso site e conheça mais sobre os nossos serviços e métodos de trabalho!

Leia também

Deixe uma resposta