Tudo o que você precisa saber para montar uma clínica de radiologia

Você já pensou em empreender na área de exames por imagem e quer saber como montar uma clínica de radiologia? Então, você veio ao lugar certo!

Reunimos neste artigo uma série de informações, com tudo o que você precisa saber para montar um estabelecimento de radiologia. Para conferir todas elas, siga a leitura!

Saiba quem pode montar uma clínica de radiologia

Para montar uma clínica de radiologia, é necessário que o negócio seja registrado no nome de um especialista em saúde. Para isso, é preciso que o estabelecimento tenha um responsável com registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) ou no Conselho Regional de Odontologia (CRO).

Isso não quer dizer que pessoas que não têm formação em Medicina ou Odontologia não possam ser donas de uma clínica de radiologia. Qualquer empreendedor pode investir nesse negócio, mas é obrigatório ter um desses especialistas em saúde assinando como responsável pelo estabelecimento.

Passo a passo: veja o que é necessário para abrir uma clínica de radiologia

montar uma clínica de radiologia

A seguir, apresentaremos um passo a passo para você, que deseja ter a sua própria clínica de radiologia. Confira!

1º passo: faça uma boa análise de mercado

Antes de começar a montar uma clínica de radiologia, é importante que você faça uma boa análise de mercado. Você deve estudar a região onde pretende atuar, para que tenha a certeza de que vale a pena começar esse negócio ali.

Descubra quem são os seus concorrentes, os preços que eles praticam, entre outras informações importantes. Também consulte os estabelecimentos de saúde da cidade, como consultórios médicos e odontológicos, para entender mais sobre a demanda de exames por imagem na região.

2º passo: tenha controle sobre o seu fluxo de caixa

É importante ter em mente que, para abrir uma clínica de radiologia, é necessário fazer um investimento relativamente alto. Isso porque você precisará adquirir diversos equipamentos que custam caro, como falaremos posteriormente.

Por esse motivo, desde  o início do negócio é preciso ter tudo registrado na ponta do lápis. É necessário ter um fluxo de caixa bem controlado, anotando tudo o que entra e o que sai de dinheiro do estabelecimento.

3º passo: invista na infraestrutura necessária

A estrutura de uma clínica de radiologia varia, de acordo com os serviços que serão ofertados e a legislação local. Convém consultar órgãos da sua cidade, como a Vigilância Sanitária e o Corpo de Bombeiros, para saber sobre como proceder em relação às condições do ambiente.

Geralmente, os estabelecimentos de radiologia precisam contar com salas especiais para os equipamentos e laudos. Além disso, devem ter outros espaços para abrigar os demais serviços oferecidos.

4º passo: liste as máquinas e os equipamentos necessários

De acordo com os serviços que você pretende oferecer, ao montar uma clínica de radiologia, é necessário investir em alguns equipamentos. Entre eles, destacamos os seguintes:

  • luz vermelha para câmara escura;
  • venezianas para câmara escura;
  • portas e biombos de chumbo;
  • exaustor para câmara escura;
  • equipamentos de raio-X;
  • aventais de chumbo;
  • chassis radiológicos;
  • sinaleiros luminosos;
  • vidros para raio-X;
  • entre outros.

5º passo: contrate profissionais especializados

Para que a clínica de radiologia possa funcionar, é obrigatório contratar pelo menos um médico radiologista. Ele será o responsável pela área técnica do negócio.

Além disso, também é preciso contratar técnicos em radiologia, recepcionistas, secretárias, equipe de limpeza etc. Tudo depende do tamanho do negócio e da infraestrutura que pretende dar a ele.

6º passo: preste atenção na localização da clínica de radiologia

Também é importante dedicar tempo para escolher a localização da clínica. Uma série de protocolos devem ser seguidos para que se possa emitir doses de radiação ionizante no local, tendo em vista que elas precisam ser isoladas e controladas.

Além disso, também é interessante que o estabelecimento fique próximo a um hospital. Isso porque, caso ocorra qualquer acidente com os pacientes durante a realização dos exames, eles podem ser levados rapidamente para serem socorridos.

7º passo: faça parcerias estratégicas

Para otimizar os gastos na clínica e conquistar mais resultados positivos, logo no início do negócio, é importante fazer parcerias estratégicas.

Você pode contratar uma empresa de telerradiologia, que faz a elaboração dos laudos a distância, por exemplo. Isso é muito importante para que não seja necessário pagar altos salários, tendo mais de um radiologista na sua clínica.

Com esse tipo de serviço, você faz a coleta das imagens dos exames na sua clínica. Em seguida, as envia por meio de um software para um time de especialistas. Eles elaboram os laudos e enviam novamente para você.

Tudo isso funciona de forma muito rápida e prática. Além disso, não é necessário pagar uma mensalidade para usar esse tipo de serviço. O valor cobrado é por laudo elaborado.

8 º passo: divulgue o seu negócio

Com a clínica devidamente estruturada, é necessário divulgar o negócio. Para isso, você pode usar as redes sociais e também fazer anúncios em mídias tradicionais, como em jornais e emissoras de rádio da cidade.

Também converse com consultórios médicos e odontológicos, para que os profissionais encaminhem os seus pacientes para fazer exames em sua clínica.

Ao seguir esse passo a passo sobre como montar uma clínica de radiologia, temos a certeza de que você conquistará um negócio de sucesso e altamente lucrativo.

A radiologia a distância pode ser uma grande aliada das clínicas de exames por imagem. Você pode saber mais sobre isso em nosso artigo que fala sobre o crescimento da telerradiologia na pandemia da Covid-19.

Leia também

Deixe uma resposta