5 dicas para preparar a clínica odontológica no pós-pandemia

Você já parou para pensar nas ações que precisa realizar para preparar a clínica odontológica no cenário de pós-pandemia que estamos entrando? Esse assunto é muito importante para os dentistas, tendo em vista que isso pode representar também uma retomada na lucratividade, que foi afetada nos últimos meses.

O maior estudo epidemiológico sobre o coronavírus no Brasil, coordenado pela Universidade Federal de Pelotas, evidencia a desaceleração da pandemia em nosso país, como mostrado em uma reportagem exibida no Jornal Hoje, da Rede Globo.

Os estudos para o desenvolvimento de uma vacina eficiente para combater a Covid-19 também estão avançando. 

Em uma reportagem da revista Exame, a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que a imunização estará pronta até o final de 2020, de modo que, até o segundo semestre de 2021, as pessoas já começarão a ser imunizadas.

5 ações para preparar a clínica odontológica e receber os pacientes com segurança

Em meio a esse cenário otimista para um breve controle da pandemia, a maioria dos estados e municípios brasileiros já está adotando protocolos de flexibilização bem mais brandos. Isso tem feito com que, aos poucos, as pessoas retomem as atividades que haviam sido suspensas durante o período de isolamento social.

Entre essas atividades, estão as consultas de rotina com os dentistas. Por isso, você precisa saber como preparar a clínica odontológica, para voltar a receber os pacientes, nesse período de retomada. Veja algumas dicas!

preparar a clínica odontológica

1. Siga os protocolos de higiene necessários

É muito importante que você siga todos os protocolos de higiene necessários para evitar a contaminação pelo coronavírus na clínica. Por isso, logo na entrada, disponibilize um aferidor de febre e um dispositivo com álcool em gel 70%, para que os pacientes possam medir a temperatura e higienizar as mãos.

Também forneça propés para os pacientes, tendo em vista que o vírus pode ficar alojado nos calçados. Assim, se evita esse tipo de contaminação. Outra medida é a colocação de um tapete embebido com solução de hipoclorito de sódio a 1% logo na entrada.

Ainda sobre a higiene, também pense na sua paramentação. É ideal que você use um pijama cirúrgico durante o atendimento, evitando entrar no consultório com as roupas com que você veio da rua.

É interessante se trocar sempre que entrar no consultório e usar os EPIs por cima do pijama. Além da máscara de proteção, você também pode utilizar um face shield, caso ache prudente.

2. Adapte a recepção e a sala de espera

A recepção e a sala de espera também precisam ser adaptadas. É importante que sejam feitas marcações no chão, para que os pacientes saibam se posicionar, caso seja preciso fazer fila para o atendimento.

Também pode ser feita uma marcação para que uma distância seja mantida entre o paciente que está sendo atendido e a secretária do consultório. A mesa ou balcão da recepção também pode ser equipada com uma placa de acrílico, para evitar o contato direto entre as pessoas.

Na sala de espera, retire algumas cadeiras e deixe espaços de, pelo menos, 1,5m entre elas. De tal maneira, os pacientes não sentarão muito perto uns dos outros e poderão manter o distanciamento social.

3.Melhore a comunicação com os pacientes

Nesse momento de retomada, a comunicação com os pacientes deve ser aprimorada. É preciso explicar a eles todas as medidas que estão sendo tomadas, para que saibam como proceder para proteger a eles mesmos e também as outras pessoas que forem até o  consultório.

A secretária e demais funcionários do consultório também devem explicar muito bem sobre as políticas de marcação de consultas. Os agendamentos devem ser feitos com antecedência, para evitar aglomerações. 

Por conta disso, também não é possível tolerar atrasos, já que, com mais pessoas na sala de espera, o fluxo com distanciamento controlado poderá ser comprometido.

4. Invista em marketing para reconquistar os clientes

Você também precisa comunicar aos pacientes que tomou todas as medidas necessárias para preparar a clínica odontológica. Para isso, utilize todos os seus canais de marketing, como as redes sociais, blog, anúncios em mídias tradicionais, como jornais e emissoras de rádio, entre outros.

É preciso entender que muitas pessoas ainda têm medo de sair de casa para atividades não-essenciais. Porém, o seu marketing deve convencê-las de que não visitar o dentistas pode trazer prejuízos graves para a saúde, principalmente para quem já está apresentando o sintoma de uma doença bucal, como as dores de dente.

5. Terceirize serviços

Sabemos que os últimos meses têm sido difíceis para equilibrar as contas no seu consultório. Por isso, orientamos a buscar soluções para gastar menos ao preparar a clínica, como terceirizar serviços,

Um dos serviços que podem ser terceirizados é a elaboração de laudos de exames radiológicos. Você não precisa contratar um radiologista para sua clínica e ter que pagar um salário fixo todos os meses!

Existem empresas de telerradiologia que oferecem esse serviço e cobram por exame laudado, fazendo com que você otimize os seus gastos e aumente a lucratividade.

A BR Laudos faz a elaboração de laudos a distância e gostaria de estar ao seu lado nesse momento, em que é necessário preparar a clínica odontológica para voltar a receber pacientes com frequência.

Entre em contato conosco e conheça mais sobre os nossos serviços! Temos a certeza de que eles serão bastante úteis para o seu consultório ter mais lucro, sem deixar de bem atender aos pacientes.

Leia também

Deixe uma resposta